Proposta da FRAL Consultoria, que compreende os municípios de Barueri e Carapicuíba, tem localização estratégica e é a única com três modais de transporte

Projeto da empresa de engenharia FRAL Consultoria para a transferência da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) para a região metropolitana de São Paulo, englobando os municípios de Barueri e Carapicuíba, tem como atrativos o transporte por diferentes vias, a proximidade com a capital e com rodovias que ligam todo o país, além de comportar o dobro de permissionários, prever maior tecnologia e forte incremento na mão de obra. A proposta segue em análise pelo governo paulista, já tendo sido aprovada em abril por prefeitos das cidades que formam o Cioeste, o maior consórcio intermunicipal do país e que compreende dez municípios da Grande São Paulo.

“A área é a única que contempla os três modais: rodoviário, ferroviário e hidroviário, característica que evita a sobrecarga de uma única forma de deslocamento”, diz Rodrigo Oliveira, presidente da FRAL Consultoria. “A vocação da Lagoa de Carapicuíba de se tornar um entreposto logístico já consta do parecer 004 da CETESB e o local foi cuidadosamente selecionado para que não haja interferência no tráfego local e para que esteja próximo de rodovias, com fácil acesso ao transporte público. Ele irá justamente resolver o maior problema da Ceagesp na Vila Leopoldina, que é o incômodo aos moradores do entorno”, completa o executivo.

A área terá o dobro do tamanho atual, com cerca de 1,2 milhão de metros quadrados, podendo chegar a 2 milhões em uma possível expansão futura, e deve comportar o dobro de permissionários. Isso além de contemplar um centro administrativo, shopping center, hotel e centro de eventos. Estima-se que cerca de 6,5 mil dos 15 mil empregados do entreposto sejam de Osasco e Carapicuíba, gerando benefícios para funcionários e empregadores, sendo prevista ainda a geração de 10 mil postos de trabalho adicionais, por meio da chegada de novas companhias, de equipamentos mais modernos e de novas tecnologias.

Segundo o presidente da empresa de engenharia, outro diferencial seria justamente a agilidade no tempo de execução do projeto, uma vez que o processo de aterramento e terraplanagem atual já está em andamento. “Por já ser uma área de recuperação ambiental, não há, inclusive, a necessidade de qualquer supressão de mata ou corpo hídrico. Não obstante, as análises de solo e água são realizadas regularmente, portanto os Estudos de Impacto Ambiental já possuem um arcabouço de dados importante para dar tal celeridade”, afirma.

A previsão de conclusão da obra é de cinco anos e o investimento estimado é de R$ 1,9 bilhão. Financeiramente, o novo entreposto também será benéfico para os municípios do entorno, pois deve gerar mais de R$ 100 milhões em ISS e ICMS a Barueri e Carapicuíba por ano.

Para Igor Soares (PODE-SP), Prefeito de Itapevi e presidente do Cioeste, o empreendimento é inovador, moderno e trará desenvolvimento para a região. “A proposta da FRAL Consultoria é a mais viável para implantação da Nova Ceagesp. Primeiro, porque grande parte da área, na divisa de Barueri com Carapicuíba, é pública. Outro fator primordial é que se trata da única que poderá contar com três modais de transporte, com acesso fácil para rodovia Castello Branco e Rodoanel, por estar ao lado da estação Carapicuíba da Linha 8 – Diamante, da CPTM; e via rio Tietê”, afirmou o Prefeito após reunião extraordinária, no início de abril, para apresentação da FRAL Consultoria.

Sobre a FRAL Consultoria Ltda.

A FRAL Consultoria foi fundada em 1999 pelo Engenheiro Civil e mestre em geotecnia, Francisco José Pereira de Oliveira. Atualmente, é presidida pelo Mestre em Sustentabilidade, Rodrigo Oliveira, e atua no desenvolvimento de projetos nas áreas de Engenharia Civil e Meio Ambiente. A empresa é especializada em resíduos sólidos, recursos hídricos e geotecnia.

Comentarios

Comentarios