Um homem foi acusado de abusar de sua filha e de sua enteada. Segundo a mãe, as suas duas filhas, uma de 14 anos e outra de 6 anos confirmaram, com muitos detalhes, os abusos que sofreram.

O Pai começou a abusar da sua filha quando ela tinha apenas sete anos, e segundo a mãe, ele tinha uma vida sexual ativa com a criança.

O casal teve a primeira filha, e logo na sequência, se separaram. A mulher, depois de um tempo, se envolveu com outra pessoa, e teve sua segunda filha. Mesmo assim, ele era um pai presente e tinha uma relação próxima com a filha e com a enteada.

“É muito difícil escutar o que eu ouvi da boca da minha filha de seis anos em riqueza de detalhes. A de 14 também criou coragem e falou tudo que ele fazia com ela”. Declarou a mãe.

veja também

Os supostos abusos foram descobertos por uma das tias das crianças que, em conversa disse: ‘tia, vamos colocar um filme igual aqueles que o meu pai faz comigo’. Eu me assustei e falei ‘como é?’. E ela falou: ‘aqueles que homem e mulher…’”. Eu falei ‘mas coloca e faz o que?’. E ela começou a falar em riqueza de detalhes. Ela falou de sensações, de como é feito, em detalhes que não dava para acreditar. Perdi o chão nessa hora”.

O caso foi registrado no 5ºDP de Osasco, as crianças fizeram exames que comprovaram os abusos, e até o momento, o acusado ainda não foi chamado para prestar esclarecimentos.

Fonte: Cidade Alerta | Osasco Noticias