Na madrugada do dia 13 de agosto, um jovem teria sido agredido por alguns GCMs de Carapicuíba.

De acordo com familiares do rapaz, ele foi abordado e teve seus pertences danificados/quebrados. Dentre eles a moto, o celular e roupas. O vídeo foi gravado por uma pessoa que encaminhou posteriormente o vídeo para a familia do rapaz.

Abaixo, você pode conferir o desabafo de um dos familiares, que prefere não se identificar.

“Quero aqui deixar registrado a minha indignação e falta de respeito a população dos guardas municipais.

Fico indignada porque a falta de respeito vem de quem deveria nos proteger e zelar pela nossa segurança. Nessa madrugada do dia 13 de Agosto, um adolescente andando na madrugada foi abordado cruelmente por esses guardas municipais, que além de derruba-lo da moto, bateu nele covardemente, pisando até na cabeça dele.

Mesmo ele estando imobilizado, pisaram na cabeça dele, deram vários murros na cara, chegando a ponto até de ligarem a moto e colocar o rosto dele no escapamento. Vários guardas se juntaram covardemente para bater, humilhar e quebrar os pertences de um jovem que, independente do horário que estava na rua é trabalhador e luta para comprar seus bens que foram cruelmente quebrados (não só a moto como também celular).

Até a roupa e o tênis do adolescente foi rasgado neste gesto covarde e desumano dessas pessoas (que nem sei se podemos chamar de ser humano). Fico mais indignada por vir de homens que se dizem da justiça que deveriam proteger os trabalhadores e não quase matar em uma abordagem.

Depois de toda essa agressão, ele foi levado ao PS da Cohab 2 . O médico nem o examinou e disse que estava “tudo ok”. Quando ele chegou em casa, foi levado a outro médico que além dos hematomas, constatou que o braço dele estava trincado”.

Em nota a Prefeitura de Carapicuíba disse:

“A Prefeitura de Carapicuíba repudia e não compactua com qualquer ato de agressão. Em relação ao caso citado, a Secretaria de Segurança informa que a Corregedoria está analisando o vídeo, já ouviu o homem envolvido no caso e abriu sindicância para tomar providências sobre qualquer tipo de abuso na abordagem.

É importante esclarecer que a Guarda Civil Municipal fazia rondas na madrugada, quando se deparou com o motociclista na contramão, empinando a moto. Ao avistar a GCM, o homem seguiu em fuga e acabou caindo da moto. Foi aberto boletim de ocorrência, pois ele estava com posse de entorpecente”.

Veja também: