Diante de muita chuva, nesta quarta-feira (28), milhares de pessoas se despediram do ex-piloto de F1 Niki Lauda, que morreu no último dia 20 de maio, aos 70 anos. O funeral aconteceu na Catedral de São Estevão (Áustria).

Diversas personalidades da F1, tanto pilotos que atuam na categoria atual e outros que não correm mais, compareceram ao velório do tricampeão. Uma das fãs do ex-piloto, disse acompanhar Lauda desde seu gravíssimo acidente, ocorrido em 1976 na Alemanha: “Eu praticamente passei a minha vida inteira com o Niki Lauda, eu lembro, quando era uma garotinha, tendo visto os noticiários do grave acidente. Niki foi sempre para nós austríacos, uma pessoa especial”, disse à Agência Efe, Briggita, uma das milhares de fãs que se despediram do tricampeão.

Pela manhã, a viúva do ex-piloto da Ferrari e McLaren, Birgit Wetzinger, além de seus dois filhos do primeiro casamento, Klaus e Mathias, também acompanharam a chegada do caixão, com o corpo do piloto. Klaus depositou sobre o caixão, um capacete do pai, que foi sepultado vestindo o macacão de competição.

O funeral estava aberto ao público até ao 12 (horário local, 7h de Brasília), uma hora depois teve início a um missa fúnebre, contando com a presença de pelo menos 300 convidados de honra. Entre eles estava o pentacampeão de F1, Lewis Hamilton, os ex-pilotos Gerhard Berger e Alain Prost, o presidente austríaco Alexander van der Bellen e o ator Arnold Schwarzenegger, segundo a agência austríaca “APA”.

Fonte – uol.com

Comentarios

Comentarios