Nessa segunda-feira (18/05) é lembrado o Dia Nacional de Enfretamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data lembrada para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. E dentro desta premissa, o Conselho Tutelar de Cotia atua diariamente e, de acordo com o Colegiado do Conselho Tutelar de Caucaia, nesse período de pandemia do novo Coronavírus as denúncias de agressão física e psicológica aumentaram.

O Colegiado do Conselho informou que ainda não tem a estatística fechada, mas garante que é perceptível o aumento nos casos de agressão física e psicológica contra crianças e adolescentes nesse momento em que as escolas estão fechadas e as crianças permanecem em casa sob a tutela de seus responsáveis.

“As escolas estão fechadas e elas funcionam como fiscalizadores, identificadores de violação de direitos. Não temos os números fechados ainda, pois a estatística é fechada por semestre, mas é isso que percebemos no dia a dia, um aumento da violação de direitos”,

comentou a conselheira Natália Olivia Fernandes Ferreira.

Neste período de quarentena, o Conselho Tutelar suspendeu o atendimento presencial, mas está atendendo normalmente por telefone todas as denúncias e demandas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, fora destes dias e horário as emergências devem ser direcionadas para a Polícia (190), GCM (153), Disque 100 e estas autoridades encaminham a ocorrência ao plantão 24h do Conselho Tutelar. Qualquer pessoa pode denunciar a violação dos direitos da criança e do adolescente de forma anônima.

Conselho Tutelar de Caucaia do Alto: 4242-0110 e 4611-1793

Constelo Tutelar Cotia: 4703-5813

O Conselho Tutelar de Cotia atua diariamente e, de acordo com o Colegiado do Conselho Tutelar de Caucaia, nesse período de pandemia do novo Coronavírus as denúncias de agressão física e psicológica aumentaram.
Foto: Agência Brasil

Fonte: https://www.cotia.sp.gov.br/noticia/2636/conselho-tutelar-reforca-a-importancia-da-denuncia-em-defesa-da-crianca-e-adolescente

Comentarios

Comentarios