A expectativa de inflação dos consumidores brasileiros para os próximos 12 meses subiu para 5,1% em abril deste ano, taxa superior aos 4,8% de março. Esse é também o maior valor desde julho de 2019 (5,3%). O dado foi divulgado hoje (24) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

A taxa é inferior, no entanto, à observada em abril do ano passado (5,3%). A pesquisa é feita com base em entrevistas com consumidores, que respondem à seguinte pergunta: na sua opinião, de quanto será a inflação brasileira nos próximos 12 meses?

Segundo a pesquisadora da FGV Viviane Seda Bittencourt, o início da quarentena, na segunda quinzena de março, fez com que pessoas antecipassem compras de alimentos para fazer estoques, o que pressionou o preço dos produtos. Isso levou os consumidores a rever para cima as expectativas de inflação. “Este resultado deve ser passageiro, considerando que o nível de atividade continuará muito fraco por um tempo, mantendo baixa também a inflação”.

Fonte: Agência Brasil

Comentarios

Comentarios