Na quarta-feira, 11, policiais militares apreenderam duas araras-vermelhas e um papagaio-verdadeiro em um condomínio de luxo, em Alphaville. Os policiais suspeitaram da nota fiscal apresentada pelo responsável, pois teria sido emitida em 2019 por uma empresa fechada em 2018. O homem foi conduzido à sede da Polícia Federal, onde o crime fiscal foi registrado para apuração.

O responsável pelas aves foi autuado em R$ 15 mil. A multa foi agravada pois a arara-vermelha consta na lista de espécies ameaçadas de extinção. Elas receberão cuidados junto ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Barueri.

Comentarios

Comentarios