Seis amigos bebiam em um bar na avenida Inocêncio Seráfico, altura do número 2500, em Carapicuíba, quando um casal, integrante do grupo, começou a brigar. Luana e Daniel, de 23 e 33 anos respectivamente, são travestis e a discussão começou porque ele, que havia voltado de um programa, não queria que ela saísse com um cliente que já tinha pago antecipadamente pelo serviço.

Na delegacia, Luana disse ser caixa de mercado e Daniel recepcionista. Nas horas vagas, fazem programas. Os dois moravam juntos, no Santa Brígida, em Carapicuíba, há dois anos.

Os dois começaram a bater boca e Daniel passou a agredi-la. Ela correu para trás do balcão e como Daniel é muito maior que Luana, a travesti sacou um canivete da bolsa para se defender.

No calor da briga, enfiou o canivete em Daniel, que atingiu o coração, levando-o a óbito.

Via: Diário da Região