O Senado aprovou, nesta terça-feira (15), projeto de lei que incentiva ações de atendimento ao homem para prevenir casos de violência contra a mulher. O projeto visa prestar assistência ao homem, de forma a dar-lhe apoio para evitar possíveis episódios de violência doméstica. O texto prevê ainda serviço telefônico gratuito e rede de atenção psicossocial à saúde mental do homem. Agora, o projeto segue para a Câmara dos Deputados.

O objetivo do projeto é combater a cultura machista, na qual os gêneros são hierarquizados, com a mulher sendo submissa ao homem, e oferecer apoio emocional ao homem, para ajudá-lo a rejeitar comportamentos que reforcem tal comportamento.

“Muitos homens convivem com as pressões antagônicas do machismo arraigado, legado pela nossa cultura patriarcal, e do respeito aos direitos fundamentais das mulheres, que não são sua propriedade e não se sujeitam à sua tutela, como bem estabelecido na doutrina dos direitos humanos e da democracia”, afirmou a relatora do projeto, Leila Barros (Cidadania-DF).

Segundo o projeto, caberá ao Sistema Único de Saúde (SUS) manter programas ou ações de atenção à saúde mental do homem voltados para a prevenção da violência contra a mulher.

O SUS poderá firmar parcerias com órgãos da administração pública, organizações sem fins lucrativos e com serviços privados, para que atuem, de forma complementar e integrada à rede de atenção psicossocial.

Agência Brasil
  • Horóscopo do Dia | Portal Carapicuíba HORÓSCOPO DO DIA 17/08/2022
    Participe da maior corrente de otimismo do radio paranaense. Todas as manhãs na rádio Cultura AM 930 das 8h às 09h o Programa Bom Dia Astral. Linha direta com o ouvinte, o que os astros indicam diariamente para seu signo. Almanaque 2022 – na minha loja. Rua: Emiliano Perneta 30 – loja 21 Galeria Cezar […]
  • Sofia Manzano inicia campanha com encontro na USP
    São Paulo  A candidata a presidência da República pelo PCB, Sofia Manzano, iniciou hoje (16) à noite a sua campanha eleitoral com um encontro na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP). Entre os temas debatidos estavam agronegócio, capital financeiro e reforma administrativa.  A candidata reiterou as críticas […]
  • crédito de até R$ 3.500. Saiba aqui!
    Baixa renda: crédito de até R$ 3.500. Saiba aqui! Home Chamadas Baixa renda: crédito de até R$ 3.500. Saiba aqui! Fonte: Jornal Contábil