Ontem, terça-feira, 15, a Promotoria de Justiça de São Roque julgou ação por improbidade administrativa pedindo a concessão de liminar para o afastamento da prefeita de Araçariguama, Lili Aymar.

Segundo o inquérito, Carlos Bechara, marido da Lili e ex-prefeito do mesmo município, que foi condenado em outra ação por improbidade administrativa, ficando inelegível até 2030, comandava a prefeitura. Relatos fornecidos à Promotoria por vereadores deram conta de que a liderança municipal ainda é exercida por Bechara, sendo que a prefeita eleita apenas corrobora as decisões do marido. “Relataram que a prefeita nunca está sozinha em reuniões com vereadores, e Carlos é quem toma as rédeas do que precisa ser tratado em assuntos municipais”, diz a inicial da ação.

Em diversas postagens em redes sociais, Bechara aparece em inaugurações de obras no município, bem como em frequentes viagens para Brasília, declarando estar indo em busca de recursos para o município.

Deixando claro quem realmente exerce a liderança do Executivo de Araçariguama, Bechara foi preso em flagrante na última segunda-feira logo após receber vantagem indevida de Edna Leão dos Santos Simões, empresária interessada em se estabelecer no município por meio de cooperativa habitacional. Junto com Israel Pereira da Silva, secretário de Finanças de Araçariguama. Bechara vinha efetuando conversas com Edna, criando dificuldades para expedição de alvará de instalação no município enquanto a empresária não pagasse a quantia de R$ 2 milhões. 

De acordo com a Promotoria, Bechara era quem negociava com a vítima, fazendo exigências. O ex-prefeito foi detido na sala que mantinha no interior da Prefeitura de Araçariguama, de onde encabeçava as negociações. 

No mérito da ação, os promotores pedem a condenação de Liliana e de Bechara com base na da Lei Federal n° 8.429/92, envolvendo o ressarcimento do valor total da lesão causada ao erário.

Em vídeo no Facebook, a prefeita disse que “está enfrentando uma luta por não ter liberado a construção de um aterro sanitário em cima de uma nascente”.

Comentarios

Comentarios