Na terça feira (14/05), durante a 15ª Sessão Ordinária da Câmara, os vereadores discutiriam sobre o parecer do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), sobre as contas do ex- prefeito Sergio Ribeiro.

Porém, antes de iniciar a apreciação os vereadores Beserra, Néia Costa, Cida Carlos, Joel Madeireira, Flavinho Ampermag e Adão, alegaram problemas de saúde e motivos pessoais e deixaram a sessão.

O vereador Valdemar Bovo votou contra a saída da Vereadora Cida Carlos “isso já esta se tornando de praxe, esvaziar o plenário para não ter votação. Começou a sessão faz 30 minutos e já tem gente passando mal. Então eu acho que nós vereadores que estamos em plenário, devemos votar contra a saída da vereadora Cida Carlos, porque daqui a pouco o plenário vai esvaziar”. Já o vereador Silvinho – que assumiu a cadeira no lugar do falecido vereador Cristovam, comentou com repúdio “se estão passando mal, fiquem em casa”, se referindo aos vereadores que abandonaram a sessão.

Os munícipes que acompanhavam a sessão mostraram-se revoltados e por algumas vezes o presidente da câmara Guto, precisou intervir e pedir para que não houvessem manifestações.

Dentre os 12 processos, o relatório 2315/026/15 do TCE, de parecer desfavoravel à aprovação das contas do executivo, relativas ao exercicio de 2015. O principal motivo foi o desrespeito às regras de responsabilidade fiscal.

A câmara informou que “a saída da sessão é uma prerrogativa e eles a justificaram. Como não houve quorum minimo as contas não foram apreciadas ainda”. Já o presidente da Câmara, informou que haverá uma nova discussão do tema na próxima sessão, que será realizada na terça 21/05.

Com informações de Carapicuíba na Rede

Comentarios

Comentarios