Uma moradora local nos mandou uma mensagem através do Mural do Povo, indignada com a resposta que um profissional do transporte publico disse a ela.

A moradora relatou o seguinte:

“Na terça (14) precisei passar em consulta no centro de Carapicuíba e a linha que me atende é a 12 Estação Centro/ Jd. Tonato, da empresa Del Rey.

Sentei no banco a frente da posição do cobrador. Tomo todos os cuidados necessários, uso máscara e álcool em gel na bolsa. E como recomendado as janelas dos ônibus precisam estar abertas, e assim eu fiz, abri a janela.

Alguns minutos depois, olhei novamente a janela estava fechada, me espantei e fui abrir novamente, quando o cobrador diz que ele mesmo fechou pois estava com frio.

Educadamente pedi pra abrir, pois não era seguro deixar a janela fechada, quando fui surpreendida pela resposta do profissional:
-Dona tá com medo de morrer não sai de casa!.

Eu pedi pra repetir, porque eu não acreditei no que tinha ouvido e ele não pensou duas vezes antes de repetir tudo!!

É um absurdo a falta de empatia e preparo dessas pessoas.

As pessoas tem que entender que não é só sobre pegar essa doença, mas também sobre transmitir!

Fica aqui minha indignação, com o profissional”.

*IMAGEM ILUSTRATIVA*

Este veiculo de comunicação está aberta para ouvir a opinião do profissional e de todos os outros envolvidos

Comentarios

Comentarios