No último dia 6/12, o programa Primeiro Impacto (SBT), mostrou a situação de moradores de uma comunidade localizada na Rua Maria Cândida Ferreira Lacerda, na Vila Veloso. A comunidade fica ao lado de um ecoponto e segundo os moradores, a cerca de um ano começaram a aparecer escorpiões no local, contudo a dois meses, a infestação aumentou e os aracnídeos passaram a invadir as residências.

Os moradores culpam o ecoponto pela proliferação dos animais, visto que tem muito entulho e restos de móveis acumulados. Estes que deveriam ser retirados diariamente do local, porém como mostrou a reportagem, não vem acontecendo.

Foto/Reprodução: Primeiro Impacto -SBT

A senhora Leila é uma das moradoras que aparecem na matéria. Ela afirma que já encontrou mais de 20 escorpiões dentro de casa. Já Jeniffer afirma que seu marido foi picado, e ela matou um escorpião no portão da residência. Ela teme pela vida de seu marido e seus 5 filhos.

O caso mais comovente da matéria é da família de Evandro José do Nascimento. Segundo ele, a esposa e o filho mais velho de 12 anos foram picados por escorpiões. O filho Marcelo, chegou da escola e sentou-se no sofá, sentindo na sequencia uma picada. Ao vasculhar o sofá, Evandro encontrou o escorpião. Foi chamado o SAMU, que encaminhou o jovem para o Instituto Butantã, visto que na rede municipal de saúde, não há antídotos para o veneno do animal.

Escorpiões na região central da cidade

Na terça feira (17), um seguidor da Carapicuíba Nua e Crua entrou em contato e relatou que alguns comércios do calçadão de Carapicuíba estão com denúncias sobre infestação de escorpiões.

De acordo com Wallace, no comércio onde ele trabalha, na Rua Antônio Zamela, já foram encontrados alguns escorpiões e o gerente da loja já solicitou a dedetização do local. Ainda de acordo com ele, as lojas vizinhas a que ele trabalha, também estão com relatos de aparecimento dos animais.

Escorpiões foram capturados em comércio, na Rua Antônio Zamela (Foto: Wallace

Por fim, ele relata que os comerciantes já acionaram a Zoonoses e vigilância sanitária do municipio, porém até o momento não tiveram retorno.

Resposta da Prefeitura

Entramos em contato a prefeitura, que em nota disse: “Toda a região metropolitana de São Paulo tem sofrido com a proliferação de escorpiões, principalmente no verão – época úmida e quente. E que para combater os escorpiões vem realizando busca ativas nas residências e bairros, além de intensificar a campanha contra o descarte irregular de entulhos.

Em casos de infestação de escorpiões, a população deve comunicar a Vigilância em Zoonoses, pelo telefone: 4164-3866″.

Confira a nota na íntegra:

Toda a região metropolitana de São Paulo tem sofrido com a proliferação de escorpiões, principalmente no verão – época úmida e quente. Esses animais se adequam bem ao ambiente das cidades, pois podem viver um longo período sem comida e água, e escondem-se em locais úmidos e escuros. Além disso, venenos comuns não matam esses animais.

Para combater os escorpiões, a Vigilância em Saúde de Carapicuíba realiza medidas educativas junto à população. São abordados os locais que costumam se esconder e como evitá-los, além de o que fazer em caso de picada. A Prefeitura também realiza busca ativa nas residências e bairros, e intensa campanha contra o descarte irregular de entulhos e matérias sólidos nas ruas.

Evite escorpiões:

  • Mantenha os quintais limpos, sem acúmulo de folhas, lixo e entulho;
  • Vede soleiras, frestas de portas, janelas e paredes;
  • Baratas são os principais alimentos dos escorpiões. Evite-as em sua casa;
  • Caso guarde materiais de construção em casa, mude-os de lugar com frequência;

Em caso de picada, lave o local com água e sabão e procure imediatamente o Pronto Atendimento mais próximo. Se possível, capture o animal (vivo ou morto) e chame a equipe de vigilância em Zoonoses para a identificação do animal.

Vigilância em Zoonoses – 4164-3866″

Comentarios

Comentarios