A Câmara dos Deputados aprovou na noite de hoje a Medida Provisória 1.004/20, que abre crédito extraordinário de R$ 2,5 bilhões para a participação do Brasil no consórcio internacional de vacinas Covax Facility, conduzido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e outras entidades. A matéria perde a vigência à meia-noite de quarta-feira (3) e deve ser votada ainda pelo Senado.

Pelo Covax, a estimativa é que o Brasil receba 10,6 milhões de doses de vacina até o final do primeiro semestre deste ano. A adesão do país ao Covax Facility foi viabilizada com a sanção da Lei 14.121/21, ocorrida na noite de ontem pelo presidente Jair Bolsonaro.

Para o relator da MP, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), o crédito extraordinário é “ necessário para assegurar o acesso do Brasil a mais vacinas contra a Covid-19″.

Segundo relatório da Consultoria de Orçamento da Câmara, do crédito extraordinário de R$ 2,5 bilhões, 830,8 milhões foram executados até 24 de fevereiro para o pagamento inicial exigido pelo Covax (R$ 711,6 milhões) e a garantia de compartilhamento de riscos (R$ 91,8 milhões). O R$ 1,68  bilhão restante será usado para pagar as vacinas destinadas ao Brasil.

O Covax é o programa apoiado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para providenciar vacinas para países pobres e de renda média e começou a distribuição na semana passada em Gana e na Costa do Marfim. A iniciativa pretende garantir uma produção mínima de cerca de 1 bilhão de doses em 2021, com possibilidade de mais 1 bilhão de doses, a serem distribuídas a países com renda per capita baixa ou média.

Além dos acordos com várias farmacêuticas – Pfizer, Novavax, Johnson & Johnson, AstraZenca, entre outras – o consórcio tem aporte financeiro de países ricos. Recentemente, líderes do G7, que reúne as sete maiores economias do mundo, anunciaram que vão dobrar seu apoio coletivo à vacinação anticovid, com US$ 7,5 bilhões (R$ 40,8 bilhões) adicionais.

* Com informações da Agência Câmara 

Agência Brasil
  • Congresso aprova lei que altera LDO em favor de programas emergenciais
    Deputados e senadores aprovaram nesta segunda-feira (19) o projeto de lei que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em vigor para permitir, em 2021, a abertura de crédito extraordinário destinado a programas emergenciais para redução de salário e de jornada de trabalhadores da iniciativa privada e apoio a micro e pequenas empresas. O projeto […]
  • Sistema de drenagem é ampliado para conter alagamentos no Calçadão de Osasco
    A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Serviços e Obras (SSO), iniciou na quinta-feira, 15/04,as obras de ampliação do sistema de drenagem do Calçadão da Rua Antônio Agú. As atividades serão executadas nas Ruas Dante Bastiston e Antônio B. Coutinho, no trecho entre as ruas Antônio Agú e Pedro Fioreti. A tubulação que […]
  • Carapicuíba e demais cidades do estado entram na fase de transição do Plano São Paulo
    Na sexta-feira, 16, o Governo do Estado anunciou que todos os municípios passam para a fase de transição do Plano São Paulo. Sendo assim, desde ontem (18) as atividades comerciais estão liberadas das 11 às 19 horas. Também será permitida a realização de atividades religiosas, com distanciamento e controle de acesso. Confira mais informações abaixo: […]