A iniciativa da Empresa de Transporte e Turismo de Carapicuíba (ETT) de utilizar máquinas tarifárias em sua frota de ônibus foi duramente criticada pelos vereadores, que nessa terça-feira (23), aprovaram uma Moção de Repúdio e um Requerimento cobrando esclarecimentos sobre tal postura.

De acordo com a Câmara, a decisão unilateral de promover a sistemática substituição de profissionais pelos aparelhos que, além disso, não funcionam a contento, tem gerado muitos transtornos à população. Soma-se a isso as inúmeras reclamações com o novo sistema, que não fornece troco em moedas, mas em voucher (vale-troco), que precisa ser posteriormente resgatado pelo usuário em pontos de devolução.

“Todo o processo de pagamento da tarifa é feito por uma máquina que toma muito tempo do usuário. A população acaba perdendo tempo dentro do ônibus e tambémposteriormente, para efetuar as trocas destes papéis por dinheiro de verdade”

Ressalta a Moção
Divulgação / CMC


A Casa também questiona se houve prévia comunicação entre a ETT e a Prefeitura sobre a instalação das máquinas tarifárias; se a administração municipal pretende tomar providências para melhorar o serviço da concessionária; e se haverá punição por conta dos prejuízos causados durante a utilização do novo sistema.