Segundo ministério, 88 casos com indício de contaminação recente foram confirmados

Técnicos do Ministério da Saúde e agentes do governo do Rio Grande do Sul e da prefeitura de Santa Maria investigam um surto de toxoplasmose no município gaúcho. De acordo com a pasta, até 7 de junho foram confirmados, laboratorialmente, 88 casos da doença, todos com indícios de infecção recente. Os funcionários do ministério ficarão na cidade até esta segunda-feira (18), quando deve ocorrer uma reunião com gestores locais.  

Em nota, a pasta afirmou que “além de identificar as pessoas doentes, tem que identificar qual a fonte de infecção, para checar se há algum risco de repetição”. No início deste mês, foram coletadas em Santa Maria, para análise, sete amostras de água, duas de iodo dos reservatórios de água e duas de água dos reservatórios em localidades onde existem registros de casos confirmados. Os resultados devem ser divulgados em até 15 dias.

A toxoplasmose é causada por um protozoário. A infecção em humanos ocorre por três vias: contato direto com solo, areia ou latas de lixo contaminados com fezes de gatos infectados; ingestão de carne crua ou mal cozida infectada (sobretudo carne de porco e de carneiro), e infecção transplacentária durante a gravidez. 

Ela pode ser assintomática ou apresentar um quadro clínico mais complicado, que envolve febre, cansaço e mal-estar.

Fonte: Agência Brasil 

Comentarios

Comentarios