Uma noticia preocupou algumas pessoas nessa semana. Devido a uma diminuição de velocidade de rotação da Terra, devemos ter uma maior incidência de terremotos em 2018.

A Terra gira em seu próprio eixo numa velocidade aproximadamente de 1,7 km por hora. Essa velocidade não é constante, e em alguns períodos ela sofre alguma variação, sendo que em 2018 poderemos presenciar uma dessas variações de velocidade.

E o que faz a Terra diminuir sua velocidade?

Podemos listar alguns fatores, e as principais causas é a interação gravitacional entre a terra e a lua.
Também podemos citar as correntes oceânicas, o fluxo do núcleo do planeta e até eventos climáticos como o El Niño.

Terra
Foto reprodução: Internet

Tudo isso pode exercer influencia na velocidade da qual a Terra gira em seu próprio eixo.
Mas fique calma, a Terra não vai parar de girar, Porem a diminuição de velocidade pode trazer algumas consequências.

A desaceleração será de quanto?

Essa diminuição de velocidade da rotação é mínima, algo na ordem dos milissegundos por dia, porem mesmo sendo mínima, como a massa do planeta e sua inercia são imensas, não é necessário uma variação muito grande para que ocorram mudanças no estresse presentes nas placas tectônicas.

Quando a velocidade da terra diminui, a região do equador acaba encolhendo um pouco, com isso as regiões das quais os limites das placas tectônicas se encontram, acabam recebendo uma dose extra de pressão.

Terra
Foto reprodução: Folha.uol

Apesar de não ser possível determinar precisamente onde ocorreram os terremotos, sabemos que eles devem ocorrer em locais próximos onde as placas se encontram.

Esse tipo de pesquisa é útil para prevenção de desastres, visto que é possível determinar, quanto tempo os períodos de atividade mais intensa devem durar, e com isso tomar as medidas necessárias para minimizar os eventuais prejuízos e perdas de vidas.

Poderemos sim ter uma maior incidência de terremotos no ano de 2018.

 

Material resumido do canal Poligonautas: https://www.youtube.com/watch?v=pVWLRRw4Uws

Comentarios

Comentarios