Entre os dias 3 e 11 de novembro, aconteceu em Pequim na China, a 12ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica.  A equipe brasileira foi muito bem representada e trouxe na mala 4 medalhas, além de uma menção honrosa.

Bruno Piazza, de Campinas (SP), recebeu a medalha de prata. Lucas Pinheiro, de Marília (SP), João Gabriel Stefani, de Fortaleza (CE), e Juventino Fonseca, de Recife (PE), conquistaram o bronze. Já Sarah Melo, também de Fortaleza, ganhou a menção honrosa.

Ao longo do evento, foram aplicadas provas teóricas, práticas e de análise de dados com os mais de 200 estudantes de 38 países envolvidos na competição. A comissão brasileira foi acompanhada pelos astrônomos Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Eugênio Reis, da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB).

O grupo de alunos que representou o país foi selecionado entre os mais de 90 mil concorrentes da prova de nível 4 da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), concurso anual realizado com estudantes de todo o país. Antes de embarcarem, os classificados para a final na China passaram por treinamento intensivo em Vinhedo, no interior de São Paulo, junto ao Observatório Astronômico Abraão de Morais, da Universidade de São Paulo (USP).

Com informações de Revista Galileu

Comentarios

Comentarios