Transmitido pelo contato com as secreções expelidas pela tosse, espirro e fala, o sarampo pode ser prevenido por meio da vacina.

Nesta quarta-feira (19) foi divulgado pelo Ministério da Saúde, dados mais recentes sobre o sarampo no Brasil. Em todo o país, foram confirmados 1.735 casos da doença e outros 7.812 casos estão sob investigação, nos estados do Amazonas e Roraima – únicos que apresentam surto.

Os dois estados são responsáveis por 1.358 (72% no Amazonas) e 310 (17% em Roraima) dos 1,7 mil casos confirmados. 

De acordo com o Ministério da Saúde, há registros da doença em São Paulo (2), Rio de Janeiro (18); Rio Grande do Sul (24); Rondônia (2), Pernambuco (4), Pará (13) e Sergipe (4). No total, foram nove mortes registradas.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo, se encerrou na sexta-feira (14), no entanto, as vacinas contra as duas doenças estarão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) durante o ano inteiro.

Segundo os dados divulgados, o Brasil atingiu a meta de imunizar 95% das crianças com menos de cinco anos em 4,4 mil municípios, onde foram aplicadas 10,7 milhões de doses.

Quem pode tomar a vacina?

Além das crianças, pessoas com idades entre 10 e 29 anos precisam receber outras duas doses; dos 30 aos 49 anos, mais uma aplicação da tríplice viral. 

Quem não pode tomar a vacina?

Gestantes, casos suspeitos de sarampo, crianças menores de seis meses de idade e pessoas imunocomprometidas (com doenças que abalam fortemente o sistema imune) .


Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Saúde e Governo de São Paulo

Comentarios

Comentarios